domingo, 7 de junho de 2015

Iron Man Brasil 2015 - eu fiz!!!

Gente, gente, consegui sou uma Iron Man!!! EU CONSEGUI!!!

Mas vamos por partes ...quero contar tudo com calma como foi a experiência...pode ser que fique um pouco longo, mas vou tentar não enrolar muito.

Fazendo pose 

Os dias que antecederam a prova, foram muito especiais, foi um momento de refletir e colocar a cabeça em ordem, focar no que deveria ser feito, concentração! Mas também foram dias alegres e divertidos...lá em Floripa pude conhecer meus amigos virtuais Mílton, Armando e Michele...e também a Kelly, esposa do Mílton. Encontrei o Fernando, mais conhecido como Bigode, depois chegaram Valéria, Gérson, Juliano e Gerusa, Walter e Juliana...enfim...todos que estavam fazendo parte desse momento!

Foram dias de passeio, de conhecer um pouco a cidade, visitar a exposição, retirar kit, colocar a bike em ordem, separar as sacolas com os materiais para o check-in. Confesso que foi quando começou cair a ficha que estava chegando a hora. Tudo tem que ser bem separadinho, cada sacola de uma cor ficará na área de transição com seus pertences para a modalidade seguinte...essas sacolas devem ser entregues num horário pré-determinado, juntamente com a bicicleta, no dia anterior a prova.

No domingo levantei as 4h da manhã para tomar o café programado pela nutricionista.Tínhamos que estar bem cedinho no local da prova, para acertar os últimos detalhes na bike e entregar as sacolas de "Special Needs", que são sacolinhas com coisas que você pode precisar durante o percurso da prova. Ela ficam num ponto determinado, tanto no ciclismo quanto na corrida e é possível acessá-las quando passar por esses pontos. No ciclismo não deixei nada, mas na da corrida deixei um corta-vento, meu óculos de grau e algumas comidinhas para o caso de perder as outras pelo caminho.

Estava uma manhã bem fria e logo vestimos as roupas de borracha para nos aquecermos, fomos para a praia onde seria a largada e ficamos aguardando o momento. Me posicionei no lado esquerdo da praia, junto com o Armando e o Bigode...era um lado mais vazio e pudemos ficar mais tranquilos.

Largada, 2000 pessoas prontas para uma grande emoção!
A largada dos atletas de elite foi alguns minutos antes e a nossa exatamente as 7h da manhã. Fomos para a água, um mar de pessoas, num mar de água...só depois vendo os vídeos pude ter noção da quantidade de pessoas que se encontrava lá. O circuito total de natação tem 3,8km sendo que fazemos uma primeira perna, saímos da água e passamos por um ponto de hidratação...voltando ao mar para a segunda perna; formando assim o desenho de um M. Me senti bem na natação, comecei num ritmo tranquilo até aquecer, evitando também o grande tumulto de pessoas, que sempre acaba em trombadas...quando não uns tapas e empurrões...faz parte. Quando saí da água e passei pelo tapete marcava 1h24min...um pouco mais do que eu esperava, mas também devo ter nadado mais de 3,8km, pois o mar estava puxando um pouco e por mais que a gente tente se guiar pelas bóias o corpo insiste em não obedecer...rs

Término da natação

Peguei minha sacola de ciclismo e fui para a transição, onde demorei bastante, foram 15 minutos, porém como a minha escolha foi fazer a prova de maneira confortável, com o corpo seco e aquecido acabei demorando mais que o normal. Coloquei uma camisa térmica e uma de ciclismo, meias, capacete, manguitos (que insistiam em não subir pois os braços estavam úmidos), a head band (odeio pegar vento nos ouvidos), óculos de sol, luvas, sapatilhas e fui pegar a bike....foram 180km divididos em duas voltas de 90km. A volta começa com algumas subidinhas, até cairmos na avenida beira mar, onde pedalamos por quatro faixas num percurso bem plano. Nessa primeira volta consegui impôr um ritmo um pouco mais forte do que eu costumo fazer...chegando a uma média de quase 28km/h ( tá eu sei que é baixa, mas pra mim é bastante). Claro que muita gente me ultrapassou, mas o legal foi que muitos incentivavam, como usamos o número com nosso nome, todos que passavam podiam ler...então ouvi bastante "Força Maria"...."Vai lá Maria, nos vemos na chegada"... "Força Iron Man"!!! Na segunda volta já senti um pouco mais, o vento aumentou um pouco, porém bem menos do que eu imaginava...minha média acabou caindo um pouco...porém no retorno da volta, que era um subidão (coisa que treinei muito aqui) acabei ultrapassando bastante gente novamente. Consegui fechar os 180km em 7h e 1min, o que já era esperado, sabia que somente por um milagre apoteótico eu iria melhor que isso. Deixei a bike com o staff e fui novamente para a área de transição pegar a sacola de corrida.


Pedalando na avenida Beira-Mar

Depois de pegar a sacola, sentei numa cadeira, coloquei outra na minha frente e botei os pés pra cima...só pra dar aquela "descansadinha'...troquei a camisa, troquei as meias, guardei todo material do ciclismo, comi, bebi água e parti para os 42, 195km que fechariam a prova. A corrida do Iron Man consiste numa volta de 21km e duas voltas de 10,5km. A primeira parte pela avenida Búzios e depois vamos até Canasvieiras, onde passamos por algumas boas ladeiras...optei por não andar, a menos que fosse muito necessário, mascomo estou acostumada a percursos com bastante subidas, consegui manter na corrida. Essa é uma parte em que muita gente que fez bastante força no ciclismo acaba sofrendo pois as pernas já estão bem desgastadas. Depois que retornamos de Canasvieiras, vamos para a rodovia ( que eu não sei qual é) onde corremos indo e vindo pelo acostamento...já estava um fim de tarde e logo ficaria mais escuro, então quando passei pelo ponto de "Special Needs" resolvi trocar meus óculos. Completei a primeira volta e peguei a primeira pulseira de identificação. Cada vez que voltávamos ao ponto de início tinha muita gente torcendo, o Walter e o Gérson sempre perguntando se estava tudo bem. Segui pra mais uma volta, já estava mais escuro, mas tudo dentro do controle...peguei a segunda pulseira e fui então para a última volta. Consegui ainda me animar e fazer um pouco mais de força na hora da chegada...cheguei bem , tranquila e feliz, completando a maratona para 4h 34min.

Iniciando a corrida
A meu ver dosei bem as três modalidades, não sou extremamente forte em nenhuma delas, não tinha ambição competitiva alguma e meu objetivo sempre foi o de concluir a prova em boas condições, objetivo esse que atingi, pois não me senti mal, não tive câimbras e nem dores que me causassem incômodo ou que me levassem a ter que tomar alguma medicação.

Muito feliz concluindo a prova!!!

Conclui a prova em 13h33min...estou muito feliz e muito realizada!!!
Depois de concluir e racionalizar é possível perceber que essa prova é um sonho, uma conquista, um feito muito grande, porém é possível realizar...basta planejamento e treino, seguir e confiar nas pessoas que te orientam, treinadores, nutricionistas, fisioterapeutas, médicos, etc. Não há segredo!


Com o Walter meu treinador

É possível!!!

Fica agora um período de descanso para o corpo, para poder me dedicar a algumas outras coisas, estudar um pouco mais...mas não pensem que parei...inicialmente a ideia era fazer o Iron Man esse ano e só pensar numa próxima grande prova para o ano que vem...mas quem aguenta ? ...Já surgiram algumas propostas e logo estou na ativa novamente...por enquanto só quero curtir esse restinho de descanso!!!


A linda, sonhada e suada medalha!!!
Obrigada a todo mundo que torceu por mim, foram tantas mensagens carinhosas, desejos de sucesso, tentei responder o máximo que pude, mas realmente foram muitas mesmo então se deixei passar alguma me desculpem!

Obrigada as pessoas que me ajudaram a estar lá, Vitor Carrara, Juliano Veloso e Walter Moura, três grandes treinadores, atletas e pessoas, que foram os responsáveis por eu me tornar uma atleta do triatlo e uma Iron Man, cada um a seu modo, numa fase dessa minha jornada, com seu jeito peculiar, mas a cada um deles fica o meu respeito e minha admiração!

Obrigada as pessoas que cuidaram dos demais detalhes, Bruna Joaquim, minha nutricionista que há dois anos me acompanha, me apóia e fez um trabalho excelente na elaboração de cada um dos meus cardápios, seja da rotina diária, como os de provas. Ao Renato Busnardo, fisioterapeuta e osteopata que sempre foi solícito em me atender quando eu sentia alguma dor ou desconforto articular, Pessoa de extrema competência  e profissionalismo!

Aos amigos da Radical Bike, Wagner, Rodolfo e Germano pelo apoio na inscrição, pelo carinho sempre com a bike, por todo cuidado, pelos papos e pela "fitinha da sorte" que me acompanhou durante toda a prova!

Aos amigos da Hangar Travel e Addad-Volpe pela ajuda na inscrição da prova!



4 comentários:

  1. Maria. Apesar de ter te visto pouco em Floripa torci MUITO por ti como sempre fiz. Porque te admiro e gosto muito de ti. Tinha certeza que tu completaria bem essa prova como tu fez. Pela tua dedicação e garra. Foi um prazer enorme ter te conhecido pessoalmente em lá e sei que tenho a ti, o Armando e a Mimi amigos para vida toda. Parabéns pela tua prova. Tu foi e sempre será uma mulher de ferro. Assinado um amigo que te admira de verdade. Milton. Cid para os íntimos. Kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelas suas palavras, realmente foram 4 anos de empenho, paciencia para chegar nesse dia e realmente estou muito realizada! Vcs três foram realmente grandes amigos em todo esse tempo do nosso grupinho, e apesar da distância, já disse e repito, o incentivo de vcs foi extremamente motivante a cada dia!!!! Que bom que tenho vcs comigo!!! Foram momentos especiais! Obrigada por tudo, pela força, pelas palavras, pelas risadas, pela carona, por expor seus lábio lá pra galera...valeu Miltão Cid! Bjs - E mande um beijo grande pra Kelly querida!

      Excluir
  2. Respostas
    1. Valeu MArcus, obrigada! Boas pedaladas pra vc!

      Excluir